Jornalismo verdade é aqui

Boulos diz que resposta a piada sobre sem-teto em debate “ficou engasgada”

Guilherme Boulos

Durante debate da Band, Márcio França acusou Guilherme Boulos de interromper sua fala e disse: “não vai invadir”

Guilherme Boulos, candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSOL na eleição deste ano, disse hoje que a resposta a um comentário feito ontem no debate da Band em relação ao movimento sem-teto “ficou engasgada”. Durante uma discussão, Márcio França (PSB) o acusou de interromper sua fala e disse “não vai invadir, Boulos, não vai ocupar”.

Leia mais
Covas: “Eleição não vai ser terceiro turno de 2018”
França prevê “terceiro turno” contra o PSDB

“Parabéns à Band pelo debate. Foi essencial. Mas ontem veio piadinha de ‘invasor’ de gente não sabe o que é alguém revirar lixo para comer, morar embaixo de ponte, não conseguir pagar aluguel, ter que escolher entre colocar comida na mesa e pagar conta. Eu conheço essa realidade por opção de vida, não de ouvir dizer. Moro há 20 anos na periferia. Moro no Campo limpo hoje e luto ao lado dos sem-teto”, disse em entrevista na Rádio Bandeirantes.

“Aproveito para dizer que ficou engasgado. Para mim sempre fica engasgado quando as pessoas falam de forma desrespeitosa. O movimento nunca invadiu a casa de ninguém. Não é movimento de vagabundo. É gente que trabalha. Muitas vezes é a diarista que limpa a privada de quem critica. O porteiro do prédio de quem critica. É uma luta de forma organizada para pressionar o poder público a cumprir seu papel, que é desapropriar imóvel abandonado que deve imposto e destinar à moradia popular.”

Como manda a tradição, a Band abriu nesta quinta-feira a temporada de debates eleitorais. Participaram 11 candidatos: além de Boulos e França, estiveram por aqui Orlando Silva (PCdoB), Jilmar Tatto (PT), Bruno Covas (PSDB), Andrea Matarazzo (PSD), Joice Hasselmann (PSL), Celso Russomanno (Republicanos), Arthur do Val (Patriota), Filipe Sabará (Novo) e Marina Helou (Rede).

Inscreva-se no Canal do Datena no YouTube

Boulos ainda criticou a postura de Bruno Covas (PSDB) e Celso Russomanno (Republicanos) no debate. Segundo ele, o primeiro “surfa na onda” do governador João Doria, e o segundo na do presidente Jair Bolsonaro.

“De um lado tem a turma do BolsoDoria que quer repetir 2018, fazer da maior cidade do Brasil um puxadinho do Palácio dos Bandeirantes. Covas representa o Doria. E do outro… eu fico impressionado com o Russomano. Não é para falar mal nem nada. Mas o cara vai em um debate para ficar puxando saco? Tem que ter dignidade. Não pode. São Paulo precisa de um prefeito, um líder, não um puxa-saco. Precisa ter um prefeito, não um sub do presidente ou do governador.”

ENTREVISTA COMPLETA AQUI:

5 comentários

  • Nossa esse Boulos que tentar de tudo para entrar na política, queria ser presidente ,agora prefeito e depois vai descer pra deputado ,fica perturbando todos com essas ideias idiotas dele sendo que nem vive nesse mundo onde ele tanto diz que luta a pobreza incentivando invasões e protestos ridículos.

  • O único candidato que se parece com o povo de fato, não tem medo de responder nenhuma questão e não usa de discurso vazio, pessoas morrem no frio, moram na rua apesar de ter trabalho ou mora em ocupação pq o poder público não se importa simplesmente com quem esta na cidade.

  • esse boulos, em minúsculo mesmo, não merece credibilidade alguma. Gosta de incitar seus eleitores, a massa de manobra, a cometer invasões. Durante a campanha conclamou dizendo que invadiriam a casa do Bolsonaro, dizia também, igreja facista voce está na nossa lista…Não merece consideração do cidadão. Não se justifica esse tipo de pessoa pisar no solo da patria amada chamada Brasil….vou torcer para nunca ganhar eleição alguma

  • Grande Datena…Tenho que admitir que vc dá espaço a todos os candidatos a prefeito da Capital Paulista, incluindo aquele mauricinho que nunca trabalhou de verdade na vida e arrumou um troço pra fazer chamado de influencer e graças a isso foi eleito deputado estadual POR MILHARES DE INCAUTOS(AS)TOLOS(AS) E INGÊNUOS(A). É o tal de mamãe falei…E como vc não poderia deixar de ser democrático, cedeu o espaço também ao Boulos, notório invasor e agitador de periferia, que tem causado muito barulho e dado muito trabalho pros órgãos de Segurança Pública. Esse elemento é nocivo à sociedade pois é esquerdista raivoso e radical. Lembra bem um certo ex encarcerado que ocupou a cadeira presidencial por dois mandatos, em seu começo, quando ainda era POBRE NA ACEPÇÃO JURIDICA DO TERMO. Estamos MUITO MAL REPRESENTADOS. Saudades das décadas passadas quando havia políticos mais preparados e menos INTERESSEIROS E DESONESTOS…Abração Datena…

  • Parabéns ao Boulos, será um ótimo prefeito se São Paulo parar com esta mania de excluir qualquer um que seja de esquerda. Começar a votar com razão a emoção, muitos sequer estariam aí. Novamente, parabéns Boulos, você será gigante.