Jornalismo verdade é aqui

“Economia não quebra com lockdown, mas com agravamento da pandemia”, diz prefeito de Araraquara

Araraquara em lockdown

Cidade deu início ontem a um lockdown de 60 horas com proibição de circulação de pessoas e serviços essenciais fechados

O prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), disse nesta segunda-feira (22) à Rádio Bandeirantes que o que pode quebrar a economia de uma cidade não é a decretação de um lockdown, mas o agravamento da pandemia do coronavírus.

“Se Ministério da Saúde não olhar a situação com responsabilidade, 2021 pode ser muito pior que 2020. Sem vivenciarmos uma estabilidade sanitária, a economia aí sim vai derreter. Não por conta do isolamento, mas pela instabilidade gerada pelo agravamento da epidemia. Defunto não consome. Família enlutada também não consome. Querem retomar a economia? Vamos resolver o problema epidemiológico”, declarou.

Leia mais
Confederação de Municípios atribui falta de vacinas a erros de Pazuello

Colapso de Araraquara é esperado para todo o estado, diz infectologista
Prefeito de Chapecó fala em “contágio avassalador”

Registrando recordes de contaminações, internações e mortes por covid-19, Araraquara passou os últimos 6 dias sem leitos de UTI disponíveis. O município é, inclusive, o que tem o maior número de confirmações da variante brasileira do novo coronavírus, chamada de P1, no estado de São Paulo: 12 até o momento.

No total, são 171 mortes e 13.454 casos da doença desde o início da pandemia. A cidade possui cerca de 240 mil habitantes.

Devido aos números, Araraquara deu início ontem (21) às 12h a um lockdown de 60 horas. Até as 23h59 de amanhã (23), a circulação de carros e pessoas está proibida, exceto para trabalhar ou para atendimento médico. Ficarão fechados até mesmo serviços essenciais como bancos, supermercados e postos de combustíveis.

Inscreva-se no Canal do Datena no YouTube

“Eu não estou feliz com isso. É difícil encontrar um prefeito que fique feliz em restringir atividades econômicas em um município. Quando fechamos, a arrecadação cai. Estamos vivendo uma situação de dificuldade econômica, o governo federal tirou o credenciamento de leitos de covid-19, não tem repasse, não tem cronograma claro de vacinação. A situação é difícil. Estou muito incomodado, muito triste. Agora, para minha alegria, a cidade entendeu e atendeu bem a recomendação. Há pessoas que fazem atos, xingam, faz parte da democracia. Alguns vão para as redes sociais, criam memes, fake news, não me incomodo. Temos que saber lidar. O que importa é que a reação da maioria é positiva, estão entendendo a gravidade da situação. É simples: se não tem vacina, como evitamos a contaminação? Isolamento”, disse.

Araraquara, de acordo como prefeito, registrou em 2020 o menor índice de letalidade por covid-19 do estado entre as cidades com mais de 100 mil habitantes. O início de 2021, no entanto, já registrou 85% dos óbitos registrado em todo o ano anterior. No ano passado, 92 faleceram em decorrência da covid-19; neste ano, já foram 79. Além disso, 2020 registrou apenas 1 morte de paciente com menos de 40 anos, número que subiu para 8 em 2021.

Segundo Edinho, outras cidades do interior já enfrentam situações semelhantes à de Araraquara, incluindo Jaú, Franca e as regiões de Sorocaba e Bauru.

“A nova cepa não circula só aqui. O que estamos vivendo em Araraquara certamente está acontecendo em outras regiões brasileiras. Várias cidades detectaram o crescimento da doença e da pressão sobre leitos. O ministério tem que estar tento e tomar medidas para enfrentar a situação”, concluiu.

MAIS DETALHES SOBRE O LOCKDOWN EM ARARAQUARA AQUI:

4 comentários

  • Parabéns ao prefeito de Araraquara, se houver um projeto para o DIA SEGUINTE.
    Ou seja, as pessoas isoladas vao delinear o perfil da situaçao, focos de contaminaçoes,
    Existe um projeto ou as pessoas vao ficar isoladas e depois vao ser liberadas sem haver uma analise da situaçao
    Enfim, EXISTE UM PROJETO DO DIA SEGUINTE AOS DIAS DO ISOLAMENTO, pergunto.

  • Parabens prefeito de ARARAQUARA , é isso ai mesmo, e que DEUS ILUMINE SEMPRE E QUE O SR ESTEJA NO CAMINHO CERTO.
    Parabens ao povo araraquarense que esta dando apoio a decisao do prefeito, com certea daqui uns dias voces municipes de araraquara serão homenagiado pela bela atitude .

  • O lockdown continua sendo a única alternativa? Em casos emergenciais como o de Araraquara, não poderia se intensificar a vacinação?
    Com o surgimento das vacinas, hoje já existe outra maneira de se enfrentar o tipo de problema que Araraquara está enfrentando.
    Não sou nenhum especialista no assunto, mas o Butantã está fazendo um projeto especial em Serrana e destinou quase 30.000 doses para isso. Não seria melhor do que fazer teste, direcionar para Araraquara estas vacinas.