Jornalismo verdade é aqui

Edson Aparecido rebate Gorinchteyn: “Estado foi avisado três vezes sobre falta de vacinas”

Vacinas seringas agulhas

São Paulo suspendeu a vacinação contra covid-19 ontem e hoje por falta de vacinas; estado disse que foi “surpreendido”

O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, rebateu nesta terça-feira (22) à Rádio Bandeirantes o secretário estadual, Jean Gorinchteyn, que disse mais cedo que o estado foi “surpreendido” pela decisão da prefeitura de suspender a vacinação contra covid-19 na capital por falta de doses. Segundo Aparecido, a equipe de Gorinchteyn foi avisada sobre o problema ao menos três vezes durante o fim de semana.

Leia também
Carlos Wizard deve ir à CPI na semana que vem, diz Omar Aziz

Boulos: “Espero que todos tenham generosidade em 2022”

Um levantamento feito pelo portal da Band mostrou que, na segunda-feira (21), ao menos 300 postos de saúde da cidade suspenderam a imunização por falta de vacinas.

“Devido à antecipação do calendário, nós recebemos na terça-feira passada 150 mil doses da AstraZeneca, na quinta-feira 100 mil doses da CoronaVac e no sábado 68 mil doses da Pfizer, justamente porque a quantidade de vacinas que tínhamos já era muito pequena”, disse.

“Informamos duas vezes no sábado o secretário Jean Gorinchteyn que era preciso que nos enviasse mais. O prefeito Ricardo Nunes também mandou uma mensagem no sábado à coordenadora do Plano Estadual de Vacinação, Regiane de Paula, alertando que não teríamos mais doses para continuar a aplicação na segunda. Ontem novamente tentei falar com Jean e não consegui. Nos atendeu o secretário-executivo, Eduardo Ribeiro, muito atencioso. Ele sempre nos atende e nos socorre. O secretário só me retornou por volta das 22h”, completou Edson Aparecido.

Inscreva-se no Canal do Datena no YouTube

Segundo ele, a cidade recebe hoje do estado 186 mil doses da CoronaVac e 30 mil doses da AstraZeneca, o que permitirá a normalização do calendário de imunização amanhã. Além disso, está previsto o recebimento de doses da vacina da Janssen, que chegaram hoje ao Ministério da Saúde e serão distribuídas às capitais.

O calendário de São Paulo prevê a vacinação de pessoas com 49 anos nesta quarta-feira, pessoas com 48 anos na quinta, e pessoas com 45 a 47 anos na sexta e no sábado. Na próxima segunda, a imunização continua com o público de 44 e, na terça, com 43.

MAIS INFORMAÇÕES AQUI: