Jornalismo verdade é aqui

Lázaro fazia parte de uma rede e não era “lobo solitário”, diz Caiado

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM)

Governador de Goiás confirmou nesta segunda-feira que o serial killer foi capturado e morto pela polícia

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, confirmou na manhã desta segunda-feira (28) em entrevista à Rádio Bandeirantes que o serial killer Lázaro Barbosa morreu após entrar em confronto com policiais durante cerco em Águas Lindas de Goiás. Segundo o governador, a próxima etapa do trabalho da força-tarefa montada no local será identificar todas as pessoas que ajudaram o criminoso, integrante de uma “rede de matadores”, a se esconder durante os últimos 20 dias.

Leia mais
Lázaro foi encontrado com R$ 4,4 mil no bolso, diz secretário
Exclusivo: imagens mostram a polícia socorrendo Lázaro Barbosa
Quem é Lázaro, serial killer procurado em Brasília e Goiás

“Sim, ele morreu, eu confirmo. Essa informação já chegou oficialmente. Recebi um telefonema na hora em que ocorreu o confronto do major Edson, que está à frente da equipe. Foi um confronto dentro da mata fechada, próximo a um riacho. Ali ele recebeu o pessoal ‘a bala’, houve troca de tiros. Depois o major me informou que ele estava sendo deslocado à cidade para saber seu estado geral”, contou o governador.

“Essa notícia vem tranquilizar toda a população e mostrar que o assassino não era um ‘lobo solitário’. Ele recebia apoio de várias pessoas, tinha local confortável para dormir, se alimentar, recarregar celular, receber informações. O setor de inteligência da polícia está levantando tudo. Grande parte dessas pessoas já está até identificada, tanto que já tivemos a prisão de uma delas. Tudo isso mostra que Lázaro não agia sozinho, ele fazia parte de uma rede. Resta saber a quem interessa isso. Por que manter Lázaro escondido? O que estamos concluindo [com a captura] é uma etapa. A segunda etapa está na metade do desfecho. Desse segundo capítulo vamos dar conta também”, completou.

A prisão a que Caiado fez referência é a do fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, de 73 anos, detido neste final de semana por suspeita de abrigar o criminoso. O caseiro Alain Reis de Santana, 34, também teve prisão decretada, mas foi liberado.

Inscreva-se no Canal do Datena no YouTube

Lázaro Barbosa foi localizado após 20 dias de buscas. A informação inicial da prisão foi divulgada pelo próprio Caiado nas redes sociais.

“Ta aí, minha gente, como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, escreveu.

Pouco tempo depois, confirmou-se que o maníaco chegou ao hospital com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA: